Agricultura

IBGE estima avanço de 1,5% na safra de grãos 2020

Mesmo com alta, estimativa é 1,6% abaixo da previsão do mês anterior

09/04/2020 - 10:43 | Por Redação - SBA | Siga-nos no Google News

De acordo com análise do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a estimativa de março de 2020 para a safra nacional de cereais, leguminosas e oleaginosas teve recuo frente a última estimativa, mas se mantém no patamar de recorde na série histórica da entidade, com 245,2 milhões de toneladas. Isso representa avanço de 1,5% à obtida em 2019, de 241,5 milhões de toneladas. A redução de 3,9 milhões de toneladas equivale a decréscimo de 1,6% em relação ao mês anterior.

Segundo a projeção, a área a ser colhida é de 64,3 milhões de hectares, o que corresponde a alta de 1,7% frente à área colhida em 2019 e avanço de 1,1 milhão de hectares. Diante do mês anterior, a área a ser colhida é de 57,9 mil hectares a menos, redução de 0,1%. 

Grãos
O arroz, milho e a soja são os principais produtos deste grupo que juntos equivalem a 93,1% da estimativa da produção e respondem por 87,3% da área a ser colhida. Frente a 2019, ocorreu avanço de 1,9% na área do milho (com aumento de 4,4% na primeira safra e aumento de 1,0% na segunda), de 2,4% na da soja e de 1,1% na do algodão herbáceo. O arroz teve queda de 1,6%.

Sobre a produção são estimadas altas de 6,4% para a soja e 3,6% para o arroz. Milho terá queda de 3,5% (+ 1,4% na primeira safra e -5,2% na segunda) e 2,1% para o algodão herbáceo. Em números absolutos, são esperadas 120,7 milhões de toneladas de soja, 97 milhões de toneladas de milho, 10,6 milhões de toneladas de arroz e 6,7 milhões de toneladas de algodão.

 

Informações por IBGE
 

Compartilhar

Últimas Notícias