Agricultura

Elevação das cotações externas do café sustentam preços do tipo arábica

Segundo Cepea produtores voltaram ao mercado para fechar apenas negócios pontuais

02/05/2019 - 11:30 | Por Douglas Ferreira - SBA
Foto: Divulgação

Conforme dados do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada, os preços do café arábica estiveram firmes nos últimos dias, sendo sustentados ora pela elevação das cotações externas, ora pela valorização do dólar frente ao Real. Nesse cenário e com a colheita ganhando força no País, produtores pesquisados pelo indicador voltaram ao mercado e negócios pontuais foram fechados. Na parte dos agentes o clima é de expecativa e que a liquidez interna aumente no mês de maio, por conta da necessidade de caixa de produtores para a colheira da safra 2019/20.

O Indicador CEPEA/ESALQ, na última terça-feira, 30, do café tipo 6 bebida dura para melhor, posto na capital paulista, fechou a R$ 386,67 saca de 60 kg, aumento de 0,6% em relação à terça anterior, 23. Em relação ao robusta, segundo pesquisadores Cepea, os preços apontaram leve queda na semana passada em decorrência do recuo nos valores externos. A liquidez da variedade também continua lenta, apenas negócios pontunais estão sendo realizados no mercado físico. O Indicador CEPEA/ESALQ do tipo 6 peneira 13 foi encerrado a na terça-feira, 30, a R$ 284,26 a saca de 60 kg, queda de 0,7% em relação à terça anterior, 23. 

Compartilhar

Últimas Notícias