Agricultura

Operação apreende mais de 450 toneladas de sementes ilegais de soja

Sementes eram vendidas para os agricultores como se fossem certificadas e de alta qualidade

07/08/2020 - 14:59 | Por Redação - SBA | Siga-nos no Google News

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), a Polícia Civil do Rio Grande do Sul e a Secretaria de Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural do Estado do Rio Grande do Sul apreenderam, na última quinta-feira (6), mais de 450 toneladas de sementes ilegais e piratas de soja. Os produtos estavam depositados em quatro locais, com valor estimado de R$ 1.350.000 com base nos preços praticados pelos fraudadores.

Foram encontrados também agrotóxicos proibidos no Brasil, armas e documentos. Ao todo, foram cumpridos 14 mandados de busca e apreensão. Em um dos locais, os policiais civis flagraram os fraudadores queimando as embalagens de agrotóxicos. Eles responderão pelos crimes de contrabando, ambiental e de defesa do consumidor.

As investigações tiveram início em junho, após os órgãos federais e estaduais receberem denúncia de que sementes piratas de soja (sem origem e procedência) estavam sendo vendidas, em larga escala, nos municípios de Santa Bárbara do Sul e Almirante Tamandaré do Sul como se fossem certificadas.

As sementes de soja certificadas apresentam, em razão da qualidade, valor de mercado mais elevado e são reconhecidas pela sua denominação e produtividade.

De acordo com a investigação, no esquema ilegal, as sementes de baixa qualidade eram produzidas e vendidas aos agricultores, que acabam sofrendo elevados prejuízos.

 

Informações por Mapa

Compartilhar

Últimas Notícias