Agricultura

Levantamento do IBGE indica alta de 3,1% na safra de grãos em 2020

Volume é de 249 milhões de toneladas

10/03/2020 - 13:19 | Por Thalya Godoy - SBA | Siga-nos no Google News

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou nesta terça-feira (10), a estimativa de fevereiro de 2020 para a safra nacional de cereais, leguminosas e oleaginosas. Os números indicam mais um recorde na série histórica da entidade, alcançando 249 milhões de toneladas. Isso representa 3,1% a mais que em 2019 (241,5 milhões de toneladas) e com um crescimento de 0,9% (+2,3 milhões de toneladas) frente ao mês anterior. 

A área a ser colhida foi de 64,4 milhões de hectares, aumento de 1,8% frente a 2019 (+1,2 milhão de hectares). Frente ao mês anterior, a área a ser colhida cresceu 69,2 mil hectares (0,1%). O arroz, o milho e a soja são os três principais produtos deste grupo, que, somados, representam 93,2% da estimativa da produção e responderam por 87,3% da área a ser colhida. 

Alta em fevereiro foi 0,9% em comparação ao mês anterior. Elaborado por IBGE.

Frente a 2019, houve acréscimos de 1,4% na área do milho (alta de 3,9% no milho de primeira safra e aumento de 0,5% no milho de segunda safra), de 2,6% na área da soja e de 5,8% para a área do algodão herbáceo, ocorrendo declínio de 2,3% na área de arroz.

Na produção, espera-se altas de 10,4% para a soja, de 1,0% para o arroz, de 1,8% para o algodão, e queda de 4,0% para o milho (aumento de 4,2% na primeira safra e decréscimo de 6,9% na segunda). A soja tem mais uma estimativa recorde de 125,2 milhões de toneladas. 

Para o milho, a perspectiva é de 96,5 milhões de toneladas. Para o arroz, a produção estimada é de 10,4 milhões de toneladas e, para o algodão, outro recorde com 7 milhões de toneladas.

Compartilhar

Últimas Notícias