China avança no cumprimento de promessas de compras agrícolas dos americanos

País asiático anunciou a exclusão de tarifas de importação de produtos agrícolas dos EUA sujeitos a tarifas retaliatórias

27/02/2020 - 11:36 | Por Redação - SBA | Siga-nos no Google News

O representante comercial dos Estados Unidos, Robert Lighthizer, e o secretário de Agricultura do país, Sonny Perdue, anunciaram em comunicado que a China está tomando atitudes para cumprir as promessas de compras agrícolas acertadas na fase 1 do acordo comercial. "Esperamos cumprimento total de todos os elementos do acordo", afirmou Perdue em nota. Lighthizer disse: "Sob a liderança do presidente (Trump), nós asseguraremos que o acordo seja rigidamente cumprido para o benefício dos nossos trabalhadores, dos nossos produtores rurais e das nossas empresas".

As medidas citadas foram a assinatura pela China de um protocolo que permite importação de um tipo de batatas frescas dos EUA; a retirada da proibição da importação de carne de aves; retirada da suspensão de alguns tipos de ração animal dos EUA; ampliação do número de estabelecimentos americanos autorizados a exportar proteína animal, ração animal, lácteos e outros produtos para a China; aumento do número de produtos que podem ser exportados ao país como aditivos de ração para bovinos; e aumento das espécies de frutos do mar dos EUA que podem ser exportados ao país asiático.

"Além disso, a China começou a anunciar a exclusão de tarifas de importação de produtos agrícolas dos EUA sujeitos a tarifas retaliatórias", diz o comunicado, "e anunciou também a redução nas tarifas retaliatórias de alguns produtos agrícolas americanos. Ações desse tipo facilitarão o progresso da China em direção ao cumprimento das promessas de compras feitas na fase 1 do acordo".

Com informações Estadão Conteúdo

Compartilhar

Últimas Notícias