Pecuária

Chuva e demanda ditam o rumo do mercado do boi gordo

Vale destacar que excesso de barro tem dificultado embarque de gado em algumas regiões

11/02/2020 - 13:52 | Por Redação - SBA | Siga-nos no Google News

Preços estáveis e mercado firme

A cotação do boi gordo na praça paulista está estável. O volume de negócios está baixo diante da dificuldade de aquisição de boiadas, devido sobretudo à retenção do gado pelos pecuaristas. Os bons volumes de chuva dos últimos dias, fator de manutenção da capacidade de suporte das pastagens, permitem que os pecuaristas retenham as boiadas na fazenda, negociando enquanto o gado ganha peso. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), nos últimos cinco dias a precipitação em São Paulo, na região de Araçatuba, acumulou em média de 50 a 60mm. Vale destacar que o excesso de barro tem dificultado o embarque de gado em algumas regiões.

Mato Grosso

A alta mais expressiva aconteceu no sudoeste do Mato-Grosso, cuja alta da cotação da arroba do boi gordo foi de 1,7%, ou R$3,00/@ na comparação feita dia a dia. A cotação da arroba está em R$181,00, considerando o preço bruto, à vista, R$180,50, com desconto do Senar, e R$178,50 com desconto do Funrural e Senar.

Com informações Scot Consultoria

Compartilhar

Últimas Notícias