Agricultura

Área de refúgio é fundamental para manter a saúde da lavoura

Bayer estimula adoção da prática e premia participantes

08/01/2020 - 08:40 | Por Adriano Falleiros - SBA | Siga-nos no Google News

Conscientizar o produtor de soja sobre a importância do plantio de refúgio e incentivar a adoção dessa prática. Este foi o objetivo da ação realizada pela Bayer na programação do Canal do Boi.

O plantio de refúgio é o principal componente do Manejo Integrado de Pragas (MIP), um conjunto de boas práticas agronômicas que contribuem para que a biotecnologia expresse todo o seu potencial. Elas incluem a dessecação antecipada, o tratamento de sementes, assim como a identificação e o monitoramento de pragas, entre outras. Aliado a essas práticas, o refúgio contribui para proteger o potencial produtivo da lavoura.

Imagem: Divulgação/Internet   A adoção de áreas de refúgio é a principal ferramenta dos programas de Manejo da Resistência de Insetos (MRI) para as culturas Bt que expressam proteínas com ação inseticida



A área de refúgio serve para retardar e até evitar o desenvolvimento de populações de insetos-praga resistentes às proteínas inseticidas das culturas Bt. A técnica é pensada para que os agricultores continuem usufruindo os benefícios da tecnologia no longo prazo. É uma das boas práticas agronômicas que visam à sustentabilidade do sistema de produção e à proteção da rentabilidade do agricultor, uma vez que atrasa a evolução da resistência dos insetos às proteínas inseticidas expressas pelas culturas Bt. Ao adotar a área de refúgio, o produtor permite que insetos não resistentes sobrevivam, cruzem com os resistentes e gerem descendentes que continuarão sendo sensíveis à tecnologia.

Caso o refúgio agrícola não seja adotado em lavouras de soja, milho, algodão e cana-de-açúcar Bt, os indivíduos resistentes serão selecionados, resultando na perda de eficiência da tecnologia Bt e, consequentemente, na redução de produtividade.


A importância do refúgio torna-se ainda mais evidente quando lembramos que o processo de desenvolvimento de novas tecnologias é longo e demanda alto investimento. Frente a esse cenário, a adoção dessa prática é a melhor forma de preservar a sustentabilidade da biotecnologia e continuar vendo os índices de produtividade subirem ano após ano.

Clube do Refúgio

Para estimular produtores e vendedores a adotar a prática de plantio do refúgio, a Bayer criou o Clube do Refúgio, programa que propõe desafios, bem como conteúdos educativos sobre o plantio de refúgio e as boas práticas agronômicas, premiando os participantes pelo cumprimento de missões.

A cada missão, os participantes preenchem um questionário disponível no aplicativo ou no site do programa, e recebem números da sorte para concorrer a notebooks, quadriciclos, motos, S10, 1 trator, 1 colheitadeira e 2 Montana 0 km.

Mais informações sobre o plantio de refúgio podem ser obtidas no site: www.intactarr2pro.com.br/refugio

Compartilhar

Últimas Notícias