Agricultura

Segundo Imea soja encerra ano com bons resultados no MT

Devido uma semeadura adiantada colheita da safra 2018/19 no estado teve velocidade recorde

18/12/2019 - 12:10 | Por Douglas Ferreira - SBA | Siga-nos no Google News

Segundo boletim semanal do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea) da soja, a cultura encerra o ano de 2019 com bons resultados no estado. Devido a uma semeadura adiantada, a colheita da safra 18/19 no Mato Grosso teve velocidade recorde. Já no que se refere à área total, 9,67 milhões de hectares foram semeados na safra 18/19, sendo esta a maior área até então, representando um aumento de 1,68% em relação à safra 17/18.

A produção total foi de 32,50 milhões de toneladas, já que a produtividade ficou em 56,04 sc/ha, retração de 2,10% ante a safra anterior. Desta produção, o volume exportado de janeiro a novembro ficou em 2º lugar no ranking histórico, apenas 0,26% atrás dos volumes escoados no ano de 2018. Pautadas pela demanda externa, as cotações apresentaram uma alta de 0,79% ante a média anual do ano passado, ficando em R$ 66,93/saca. Aliado aos fatores externos, o acréscimo de 1,00 p.p. de biodiesel na mistura obrigatória com o óleo diesel estimulou a demanda interna do grão.

Dessa maneira, a comercialização do grão se deu de forma adiantada, pois o produtor aproveitou as deixas do cenário político externo para realizar negócios. Mesmo com os números animadores da oleaginosa, um fato que pesou no bolso do produtor em 2019 foi o custo operacional de produção da safra 19/20, que apresentou alta de 10,38% ante a safra 18/19 e fechou em R$ 3.497,69/ha, sendo o maior da história.

Compartilhar

Últimas Notícias