Agronegócio

Cem empresas brasileiras integram a Missão Empresarial do governo brasileiro à China e Emirados Árabes

Agenda que começou em Pequim segue até o dia 30 e passará por Abu Dhabi, Doha e Riade

25/10/2019 - 18:11 | Por Adriano Falleiros - SBA
Foto: Divulgação Apex-Brasil  Presidente da Apex-Brasil, Sergio Segovia aproveitou oportunidade para promover empresas brasileiras

Segue até o dia 30 de outubro a missão empresarial do governo brasileiro, realizada por ocasião da visita do presidente da República do Brasil, Jair Bolsonaro, à China, Emirados Árabes Unidos e Arábia Saudita. O evento é realizado pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), em parceria com o Ministério das Relações Exteriores (MRE).

Mais de cem empresas brasileiras integram a Missão e terão agendas voltadas tanto à exportação quanto à atração de investimentos. Os participantes foram selecionados dentre empresas que já exportam e que atuaram nos países-alvo da missão continuamente, durante os últimos três anos.

A maioria das empresas é do setor de alimentos e bebidas, mas há também companhias e entidade setoriais de máquinas, energia, mineração, produtos químicos, calçados e couro, veículos, papel e celulose e serviços como TI, engenharia, serviços financeiros e jurídicos, entre outros.

“Buscamos aproveitar a oportunidade gerada pela agenda presidencial para promover novos negócios para as empresas brasileiras e atrair investimentos diretos para o Brasil, por meio de uma programação robusta de visitas técnicas, seminários e encontros de negócios”, afirma o presidente da Apex-Brasil, Sergio Segovia.

China – Pequim

A agenda começou por Pequim, na China, no dia 24 de outubro, quando foram realizadas visitas técnicas ao Parque Tecnológico da Universidade Agrícola da China (www.caufutong.com) e à empresa Hema (www.freshhema.com), do grupo Alibaba, que é um exemplo de integração entre comércio eletrônico e convencional.

Foto: Divulgação Apex-Brasil  Seminário Empresarial Brasil China incluiu visitas técnicas ao Parque Tecnológico da Universidade Agrícola da China

No dia seguinte, foi realizado o Seminário Empresarial Brasil China, organizado pela Apex-Brasil e pelo MRE, em parceria com o Conselho Empresarial Brasil China e o China Council for International Investment (CCIIP), e com o apoio do China Development Bank (CDB).

Participaram do evento autoridades dos dois países. Do lado brasileiro, além do presidente Jair Bolsonaro, participam os ministros da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina e o presidente da Apex-Brasil, Sergio Segovia. Do lado chinês, está confirmada a participação do vice-primeiro ministro da China, Hu Chunhua, além de um ministro de Estado chinês a ser confirmado.

Em 2018, a corrente de comércio (exportações mais importações) entre China e Brasil foi de US$ 98,7 bilhões, 32% mais do que em 2017. As exportações brasileiras para a China somaram US$ 63,9 bilhões (34,6% de crescimento sobre o ano anterior), enquanto as importações foram de US$ 34,7 bilhões (27% de crescimento). Os investimentos chineses no Brasil também estão crescendo. Em 2010, a China era o 18º maior investidor no Brasil e, em 2017, o país atingiu a décima posição no ranking. Neste período o estoque de investimentos chinês no Brasil cresceu de US$ 8 bilhões para US$ 21 bilhões, segundo dados do Banco Central.

Emirados Árabes Unidos – Abu Dhabi

No domingo, dia 27, a agenda continua em Abu Dhabi, no Seminário Empresarial Brasil – EAU, promovido pela Apex-Brasil e MRE em parceria com o governo dos EAU. O evento contará com a presença do ministro de estado dos EAU, Ahmed Al Saeyeg e, do lado brasileiro, com falas do presidente Bolsonaro e dos ministros Paulo Guedes, Onyx Lorenzoni e Ernesto Araújo e Fernando Azevedo e Silva (Defesa), além da Secretária Especial do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), Martha Seillier e do Secretário-Executivo Adjunto do Ministério de Minas e Energia, Bruno Eustáquio de Carvalho.

Estão previstos eventos simultâneos para os setores de infraestrutura e defesa e eventos de networking para os setores de agronegócio, indústria e serviços e saúde e equipamentos médicos. Também serão realizados encontros bilaterais da PPI com investidores dos Emirados Árabes Unidos e um seminário específico sobre a indústria da defesa.

Catar – Doha

Na segunda-feira (28),a agenda em Doha, quando haverá uma Mesa Redonda sobre as perspectivas do cenário macroeconômico brasileiro e o ambiente de negócios no Brasil, voltado a um grupo restrito de investidores do país e com a participação de autoridades brasileiras e do Catar.

Arábia Saudita – Riade

Na terça-feira (29), os empresários poderão participar do evento Future Investment Initiative, na Arábia Saudita. No dia 30, haverá uma sessão dedicada ao Brasil no evento e, em seguida será realizada a Mesa-Redonda Empresarial Brasil – Arábia Saudita. Serão realizados encontros bilaterais para os setores de defesa, infraestrutura, agronegócio, saúde e equipamentos médicos e indústria e serviços.

Com informações da Apex-Brasil

Compartilhar

Últimas Notícias