Floresta

Incêndios em florestas atingem quatro países e diversos estados brasileiros

Queimadas no Brasil aumentaram 84% em um ano

22/08/2019 - 10:02 | Por Redação - SBA

Na última semana de agosto, as queimadas em florestas chamaram a atenção pela quantidade de focos de incêndio, área devastada e fumaça que se alastrou por alguns estados do país. Na região norte, Amazonas, Tocantins, Mato Grosso, Maranhão, Rondônia foram os mais afetados. Em outras regiões, como Mato Grosso do Sul, São Paulo e Paraná tiverem o céu escurecido e o sol com cor avermelhada devido à presença de fumaça na atmosfera.

De acordo com o Climatempo, foi possível visualizar por satélite, desde a segunda quinzena de agosto, um extenso corredor de focos de fogo e de fumaça, de norte para sul, desde o Acre e Rondônia até o Paraguai e o norte da Argentina. Entre os dias 16 e 17, ocorreu aumento dos focos de incêndio sobre o norte da Argentina, Paraguai e Bolívia, ocasionado provavelmente pela ação de ventos fortes e quentes sobre estas áreas. Em Corumbá (MS), houve restrição de visibilidade pela fumaça no aeroporto entre 19 e 21 de agosto, como consequências das queimadas que atingem a Bolívia, país que faz fronteira com a cidade.

Área atingida por queimadas na Bolívia. Foto por: Éder Campos​​​​​

 

Segundo dados do Instituo Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), que realiza monitoramento em tempo real de queimadas no país, houve aumento de 84% em queimadas no país em relação ao mesmo período no ano passado de janeiro a agosto. Em 2018, foram registradas 40.786 contra 75.336 neste ano. O estado mais afetado até agora é Mato Grosso com 14.157, seguido de Pará com 14.157 registros.

 

Fonte: Climatempo

Compartilhar

Últimas Notícias