PecuáriaEconomiaAgronegócio

Timpanismo Bovino: O que você precisa saber?

Doença metabólica de animais ruminantes também é conhecida como meteorismo ruminal.

02/07/2019 - 11:04 | Por Vinicius Souza - SBA

O timpanismo bovino é uma doença presente na pecuária brasileira e está associada a fatores que impedem o animal eliminar gases produzidos durante a fermentação ruminal. A maior incidencia do problema pode ser observada no sistema de confinamento, onde nutrição é constante com rações que contém altas proporções de concentrados, especificamente cevada ou soja. Em pastagens de leguminosas em alto grau de crescimento a enfermidade também pode ser percebida.

As causas da enfermidade se associam à distensão acentuada do rúmen e retículo, isso se deve pela  incapacidade do animal em eliminar os gases produzidos através das vias comuns.

a incapacidade gera um quadro de dificuldade respiratória e circulatória, com asfixia e pode levar o animal a morte. O timpanismo é classificado em primário, quando o animal apresenta aumento na tensão superficial do liquido ruminal, que faz cm que as bolhas de gases presenteas na espuma persistam por períodos longos. A secundária se relaciona a dificuldade física à eructação.

O tratamento da doença pode variar de acordo com o grau de severidade do caso. Em alguns casos, os sinais só são observados em condições avançadas, quando se torna necessário o uso de medidas de emergência para que se consiga salvar o animal.

Normalmente o processo esta baseado no alívio da dor com auxílio de sonda, que pode apresentar alguma dificuldade nos casos de obstrução ou diminuição da luz do esôfago, e na tentativa de solução da doença ou lesão precursora do problema.

 

 

 

 

 

 

 

 

Compartilhar

Últimas Notícias