AgriculturaEconomiaInternacional

Vendas de soja norte-americana recuaram 85,8% em uma semana

07/03/2019 - 11:33 | Por Fabiano Reis - Canal do Boi

Foram bem fracas as vendas de soja dos Estados Unidos na semana encerrada no dia 28 de fevereiro. O volume de vendas totalizou apenas 311,4 mil toneladas, de acordo o Departamento de Agricultura norte-americano, nesta quinta-feira, como tradicionalmente ocorre semanalmente. Comparado às vendas de uma semana antes (21/fevereiro) o volume é absurdamente baixo, com recuo de 85,8% frente ao imponente 2,196 milhões de toneladas da data anterior.

E se a China na semana encerrada em 21 de fevereiro comprou 1,8 milhões de toneladas, uma semana depois adquiriu apenas 146,3 mil T. Mesmo assim, foi o maior comprador. Para a campanha 2019/20 as vendas foram ainda menos expressivas, com 72 mil toneladas.

A situação é de calamidade para os negócios com soja nos Estados Unidos. A explicação é simples: há um conjunto de fatores que jogam o preço para baixo. O primeiro, relacionado a despencada de preços para milho e trigo (para quem não conhece o mercado norte-americano: os dois andam meio juntos, quando um sobe o outro aproveita, ao contrário também); o segundo fator, é a ausência de informações positivas para o acordo comercial entre os EUA e China. E acreditem: sem a retirada da retenção de 25% não há tratativa decente para o mercado.

Aqui no Brasil os prêmios para soja nos portos estão baixos. Para embarques FOB em abril no Porto de Paranaguá o prêmio permanece em US$ 0,30, já para saída em maio US$ 0,47.

Nos EUA, curiosamente, os prêmios da soja americana se elevam, um claro demonstrativo das dificuldades logísticas do momento. Eu disse "curiosamente", pois há relatos na mídia especializada norte-americana de queda de qualidade, soja apodrecendo nos armazéns abarrotados e, com isso, a redução de competitividade do produto daquele país no cenário internacional.

Por fim, o que sabemos e também frase repetida por analista em todo o mundo, é a de US$ 9/Bushel não remunerar o produtor norte-americano. Também, nesta sexta-feira, às 14 horas (Brasília) o USDA divulga seu relatório de oferta e demanda, com a provável redução na expectativa de produção de soja no Brasil (115 milhões de t) e aumento nos estoques norte-americanos (cerca de 24 milhões de t). O Canal do Boi traz as informações nas análises do AgriculturaBR 3ª edição, a partir das 17h20.

Compartilhar

Últimas Notícias