Pecuária

Competitividade da carne de frango cresce 42,5% frente a proteína suína

Cenário está ligado às recentes desvalorizações do frango e das altas nos preços da carcaça especial suína

22/10/2021 - 10:56 | Por Redação - SBA | Siga-nos no Google News

Após três meses consecutivos registrando perda de competitividade, a vantagem da carne de frango frente a suína voltou a crescer em outubro. Esse cenário é resultado das recentes desvalorizações do frango e das altas nos preços da carcaça especial suína.

Segundo pesquisadores do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), a carne de frango se valorizou de forma consecutiva de maio a setembro deste ano, o que acabou limitando a liquidez do produto agora em outubro, visto que os elevados patamares dos preços afastaram parte dos demandantes das compras. 

Para a carne suína, a maior demanda por novos lotes de animais para abate impulsionou os valores da proteína. 

Assim, a diferença entre os preços da carcaça especial suína e do frango resfriado ampliou-se de setembro para outubro, garantindo um expressivo aumento de 42,5% na competitividade da carne de frango frente a suína na parcial do mês.

Compartilhar

Últimas Notícias