Pecuária

Organizações do Brasil e internacionais pedem rejeição de empréstimo à Marfrig

Valor do empréstimo feito é de US$ 43 milhões

19/10/2021 - 17:59 | Por Redação - SBA | Siga-nos no Google News

Organizações brasileiras e internacionais publicaram nesta terça-feira (19), uma carta aberta em que pedem corte de financiamento de US$ 43 milhões à Marfrig, a segunda maior produtora mundial de carne bovina. O documento assinado por 200 entidades foi endereçado ao Banco Interamericano e seu braço financeiro privado BID Invest.

A carta adverte que o investimento “apoiará uma empresa cujas práticas provavelmente levarão ao desmatamento e às violações dos direitos humanos nos próximos anos”.

Grupos que se opõem ao financiamento dizem que a falta de um sistema de monitoramento eficaz para toda a cadeia de abastecimento da empresa e o fracasso da Marfrig em cumprir seus compromissos passados devem desqualificá-la para receber o empréstimo.

A carta também questiona o financiamento público buscado pela empresa após recentemente gastar US$ 800 milhões para adquirir quase um terço das ações da BRF e mais US$ 969 milhões para adquirir 81% das ações da National Beef Packing Co.

“Isso deveria ser considerado como evidência de que a Marfrig pode facilmente financiar seus projetos de sustentabilidade sem depender de fundos de investimento públicos, se isso for de fato uma prioridade para a empresa”, afirma o texto.

O BID Invest deverá anunciar sua decisão final sobre o empréstimo da Marfrig em dezembro de 2021.

Compartilhar

Últimas Notícias