Saúde

Secretaria do RS emite segundo alerta do ano para raiva herbívora

Foram registrados 32 focos de raiva no estado gaúcho neste ano

07/10/2021 - 10:59 | Por Redação - SBA | Siga-nos no Google News

Foi emitido um novo alerta sanitário para raiva em herbívoros no Rio Grande do Sul, pela Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr), na última quarta-feira (6). O primeiro alerta neste ano foi feito em 24 de junho. 

A orientação é que os produtores rurais vacinem ou revacinem o rebanho para garantir proteção contra a doença.

Raiva que cala: doença silenciosa em bovinos pode levar até dois meses para se manifestar

Entre janeiro a setembro de 2021, o estado gaúcho registrou 32 focos de raiva em 25 municípios.

Os municípios com focos identificados neste alerta são Arroio dos Ratos, Caraá, São Jerônimo, Osório e São Gabriel. E os municípios com possível evolução dos focos são Capivari do Sul, Riozinho, Rolante, Santo Antônio da Patrulha, Butiá, Charqueadas, General Câmara, Eldorado do Sul, Guaíba, Mariana Pimentel, São Jerônimo, Lavras do Sul, Santa Margarida do Sul, São Sepé e Vila Nova do Sul.

“Os proprietários dos municípios citados tem que ficar alertas para vacinar seus animais e relatar mordeduras do morcego hematófago Desmodus rotundus às inspetorias ou escritórios de Defesa Agropecuária. Se isso estiver ocorrendo, equipes da Secretaria vão ser designadas para a região, para o município onde está ocorrendo o foco, para fazer o controle”, explica o analista ambiental André Witt, do Programa de Controle de Raiva Herbívora.

Troncos ocos de árvores, cavernas, fendas de rochas, furnas, túneis e casas abandonadas são alguns dos esconderijos preferidos pelos morcegos.

 

 

Informações por Seapdr

Foto de capa: Divulgação

Compartilhar

Últimas Notícias