Economia

Desemprego fica em 13,7% após queda no trimestre encerrado em julho, diz IBGE

Número de pessoas contratadas cresceu 3,6%

30/09/2021 - 14:01 | Por Redação - SBA | Siga-nos no Google News

De acordo com dados publicados nesta quinta-feira (30), sobre a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), houve uma redução de 1 ponto percentual na taxa de desocupação no trimestre finalizado em julho. 

O número de pessoas ocupadas cresceu 3,6%, com mais de 3,1 milhões de contratações no período analisado, alcançando 89 milhões de pessoas.

O índice de desocupados passou para 13,7% na comparação ao trimestre encerrado em abril. No entanto, 14,1 milhões de pessoas ainda estão desempregadas no Brasil.

O contrato com carteira assinada subiu 3,5%, com mais 1 milhão de trabalhadores, gerando 30,6 milhões no trimestre móvel analisado, e aumento de 4,2% na comparação com o mesmo período de 2020. Sendo o primeiro crescimento no emprego com carteira desde janeiro de 2020, na comparação anual.

O nível de ocupação cresceu 1,7 ponto percentual, para 50,2%, sendo a 1ª vez acima de 50% desde março do ano passado. Apesar disso, há 5 milhões de contratados a menos do que no período anterior à pandemia.

Os postos de trabalho informal também apresentaram alta, a taxa cresceu de 39,8% do trimestre móvel anterior para 40,8% no trimestre finalizado em julho. 

A quantidade de pessoas contratadas no setor privado sem carteira aumentou 6% na comparação trimestral, para 10,3 milhões de pessoas. Em um ano, esse número subiu 19%.

Com informações e foto de capa da Agência Brasil.

Compartilhar

Últimas Notícias