Pecuária

Arábia Saudita retira embargo de frigoríficos mineiros para exportação de carne bovina

Suspensão dos embarques durou dez dias e foi aplicada após confirmação de caso atípico de “vaca louca” no estado

17/09/2021 - 12:03 | Por Redação - SBA | Siga-nos no Google News

Cinco frigoríficos de Minas Gerais receberam autorização, na última quinta-feira (16), para voltar a exportar carne bovina para a Arábia Saudita, de acordo com informações do site Broadcast Agro.

Os embarques foram suspensos no dia seis deste mês após a confirmação de casos atípicos de Encefalopatia Espongiforme Bovina (EEB), conhecida como “vaca louca”, no Brasil, um em Mato Grosso e outro no estado mineiro. O embargo durou dez dias.

A informação foi divulgada pela Arábia Saudita por meio da agência governamental que regula medicamentos e alimentos, a Saudi Food and Drug Authority (SFDA)

Os frigoríficos mineiros que receberam autorização para voltar a exportar carne bovina para a Arábia Saudita são:

  • 1 unidade, da Plena Alimentos S/A, em Pará de Minas; 
  • 2 unidades da Supremo Carnes, em Ibirité e Campo Belo; 
  • 1 unidade da MaxiBeef Carnes, em Carlos Chagas; 
  • 1 unidade da Dimeza Alimentos, do Grupo Fricon, no município de Contagem.

 

 

Foto de capa: Cleber Davidson

Compartilhar

Últimas Notícias