Agricultura

Produção de maçã deve crescer 2,7% nos EUA

Média dos últimos cinco anos caiu 1,3%

31/08/2021 - 15:20 | Por Redação - SBA | Siga-nos no Google News

A safra de maçã para o ciclo 2021/2022, nos Estados Unidos, deve ultrapassar 5 milhões de toneladas. Aumento de 2,7% na produção, se comparada ao período anterior.  Os dados foram divulgados pela US Apple Association, que apresentou a nova previsão com base em dados próprios, somados aos dados divulgados pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA). 

Apesar do crescimento no comparativo anual, os novos números indicam uma diminuição de 1,3% na média dos últimos cinco anos. O USDA prevê para o mesmo período uma safra de 4,7 milhões de toneladas, pois avalia apenas as sete unidades federativas produtivas mais relevantes.

“Analisamos a produção de Estados fora dos sete principais e adicionamos isso aos números do USDA”, explicou Chris Gerlach, diretor de análise da indústria da US Apple.

Segundo a associação, a variedade Gala terá uma produção de 937 mil toneladas, sendo responsável por cerca de 19% do mercado de maçã dos EUA. Completando as cinco primeiras, estão Red Delicious, com 678 mil toneladas, Honeycrisp com 589 mil toneladas, Fuji com 553 mil toneladas e Granny Smith com 517 mil toneladas.

Cerca de 1,5 milhão de toneladas da safra 2021-22, avaliadas em US$ 350,9 milhões, serão usadas para processamento, o que corresponde a 29% da safra total prevista. A produção de suco e sidra utilizará cerca de 635 mil toneladas, no valor de US$ 114,4 milhões, enquanto a indústria de enlatados ocupará cerca de 530 mil toneladas, no valor de US$ 146,4 milhões.

De todas as maçãs destinadas ao processamento, cerca de 45% que são destinadas ao processamento vêm do Estado de Washington, seguido por Nova York e Michigan com 19% e 11%, respectivamente.

 

Com informações da CitrusBR.

Compartilhar

Últimas Notícias