Pecuária

MS lidera ranking de exportação de tilápia no 1º semestre do ano

Piscicultores de MS foram responsáveis por 37% do total de vendas do pescado ao exterior

26/07/2021 - 13:39 | Por Redação - SBA | Siga-nos no Google News

Piscicultores do Mato Grosso do Sul (MS) faturaram mais de US$ 2,21 milhões com as exportações de tilápia no primeiro semestre de 2021. Segundo dados do Informativo da Piscicultura, edição de julho, o estado lidera o ranking nacional dos estados exportadores de tilápia no 1º semestre do ano, sendo responsável por 37% do total de vendas do pescado ao exterior. Em segundo lugar ficou o estado do Paraná (PR), com 32% do mercado e faturamento de mais de US$ 1, 96 milhão.

Apesar da redução de volume no segundo trimestre do ano, a soma do total apurado nos dois períodos garantiu a liderança de MS no ranking. No primeiro trimestre de 2021, produtores de MS exportaram US$ 1.220.491, já no segundo foram US$ 993.931, redução de 19%. O PR, maior produtor do peixe no país, vendeu US$ 747.026 no primeiro trimestre e US$ 1.219.761 no segundo, aumento de 63% em relação ao período anterior.

Outra diferença está nos subprodutos exportados por cada estado. No caso de MS, a maior parte das exportações é de filé fresco, 77%, já o PR concentra suas exportações em produtos impróprios para a alimentação humana, como escama ou pele de tilápia, cerca de 40%. Tilápia inteira congelada representa outros 38% das exportações paranaenses e filé fresco, apenas 19%. Em Santa Catarina, terceira colocada no ranking, quase todo o volume é de óleos e gorduras (99%).

Os principais destinos da proteína são: Estados Unidos, 45%, China e Chile, 13%, e Colômbia, 12%, das exportações brasileiras de peixes. As exportações tiveram alta de 83% no 2º trimestre, comparando-se com o mesmo período de 2020, atingindo US$ 3,9 milhões. Os maiores volumes foram exportados em junho, cerca de US$ 1,8 milhão, e a principal categoria exportada no 2º trimestre, com US$ 1,1 milhão, foi a de peixes inteiros congelados, sendo que a tilápia foi a principal espécie exportada no período, somando US$ 3,4 milhões.

Em 2022, MS deverá ter a primeira indústria frigorífica de pescados que irá produzir tilápia enlatada no Brasil. O empreendimento da Frescomares será construído em uma área de 73 hectares no município de Itaporã, com investimento total de R$ 20 milhões e previsão de geração de 120 empregos por turno, sendo que, no auge da produção, a indústria deverá funcionar em 3 turnos.

 

Com informações da Semagro / MS

Compartilhar

Últimas Notícias