Assista agora:
Agricultura

Conab estima redução de 22,6% na produção de café em 2021

Dados foram divulgados hoje (25) através de boletim

25/05/2021 - 13:16 | Por Frederico Diegues - SBA | Siga-nos no Google News

O 2º Levantamento da safra 2021 de café apresenta expectativa de produção de 49 milhões de sacas de café beneficiado. O levantamento foi divulgado na manhã desta terça-feira (25), pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

A previsão aponta um decréssimo de 22,6% em comparação ao ciclo anterior, que teve produção de 63,08 milhões de sacas, considerada recorde dentro da série histórica do grão.

A área de produção também apresenta redução, atualmente em 1,8 milhão de hectares, 3,2% menor que na safra passada.

Efeitos fisiológicos, bem como as condições climáticas adversas foram diretamente responsáveis por essa perspectiva. Tal influência se deu tanto na redução de rendimento médio como na retração da área de produção.

Normalmente, esta redução já acontece nos ciclos de bienalidade negativa devido à necessidade de tratos culturais mais intensos nas lavouras para recuperar o potencial vegetativo das plantas.

Para o café arábica, a produção estimada é de 33,4 milhões de sacas, diminuição de 31,5% em comparação ao volume produzido na safra anterior. O conilon deve atingir as 15,4 milhões de sacas, que incrementam em 7,9% a produção, se comparada ao resultado de 2020. 

Com o aumento nas exportações brasileiras de café em 2020, a oferta interna foi limitada, o que sustentou os preços no mercado doméstico. Neste ano, observa-se a continuidade do cenário de exportações aquecidas no primeiro quadrimestre, embora a produção a ser colhida em 2021 seja um limitante na disponibilidade de café para exportação. Sobre mercado externo, entre janeiro e abril de 2021, o Brasil exportou mais de 15,8 milhões de sacas de café, representando aumento de 24,3% na comparação com o mesmo período de 2020.

Nesses primeiros quatro meses do ano, o valor total das exportações de café chegou a 2 bilhões de dólares, correspondente a um aumento de 21,4% em relação ao primeiro quadrimestre do ano anterior, chegando a atingir mais de 120 países.
 

Informações por Conab

Compartilhar

Últimas Notícias