Economia

Arábia Saudita suspende 11 estabelecimentos brasileiros exportadores de carne de aves

Decisão foi comunicada sem aviso prévio e surpreende o setor

07/05/2021 - 11:59 | Por Redação - SBA | Siga-nos no Google News

O governo brasileiro recebeu ontem (6), a decisão da Arábia Saudita que embarga 11 estabelecimentos brasileiros exportadores de carne de aves. A informação veio sem contato prévio das autoridades sauditas, tampouco foram apresentados motivos ou justificativas embasando a decisão.

A decisão foi publicada pela Saudi Food and Drug Authority (SFDA) e consta apenas em nova lista e plantas brasileiras autorizadas a exportar para o mercado saudita, que eliminou os estabelecimentos mencionados, que anteriormente tinham tal permissão.

Através de nota, a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) se posicionou a favor do governo brasileiro, na busca de maiores detalhes sobre a suspensão. Assim como o Governo Federal, a associação reiterou o padrão de qualidade e sanidade elevado em toda a cadeia de produtos de origem animal e reforçou seu compromisso na parceria com o povo saudita.

“A ABPA reforça seu compromisso em sua parceria estratégica com o povo saudita, apoiando no suprimento da oferta de alimentos deste que é um dos mais longevos mercados importadores do produto brasileiro. A entidade reitera, ainda, a sua plena confiança e o reconhecimento internacional das empresas brasileiras, seja pelo cumprimento de critérios técnicos, pela qualidade e por todos os demais pontos estabelecidos pelas nações importadoras”, informa a nota.

O governo iniciou contatos com as autoridades sauditas em busca de esclarecer o episódio. Todas as vias bilaterais e multilaterais serão utilizadas priorizando a resolução rápida da questão. Caso se comprove a interposição de barreira indevida ao comércio, o Brasil poderá levar o caso à Organização Mundial de Comércio (OMC).

Compartilhar

Últimas Notícias