Economia

Produção de Frangos e Suínos devem manter estabilidade no mercado interno de carnes segundo Conab

A quantidade de carnes disponível no mercado interno permanece dentro de uma estabilidade, apesar das variações existentes.

08/04/2021 - 11:00 | Por Redação - SBA | Siga-nos no Google News

O ano de 2021 tem estimativa recorde na produção de suínos e frangos, chegando a 14,76 de toneladas de frango e 4,35 milhões de toneladas de suínos. O índice tende a superar a quantidade registrada em 2020, quando o país teve 14,68 milhões de toneladas de frangos e 4,25 milhões de toneladas de suínos produzidos.

Os aumentos compensam a ligeira redução verificada para bovinos, com uma produção esperada próxima a 8,31 milhões de toneladas neste ano, volume pouco abaixo do consolidado em 2020. Com isso, a disponibilidade interna total de carnes, somando aves, suínos e bovinos se manteve estável em 2020, na comparação com o ano anterior.

Setor Aviário
A distribuição per capita de alimento tende a manter estabilidade, atingindo os patamares mais elevados desde o início da série histórica em 1996. Se em 2020 o índice esteve em 49,9 quilos por habitante por ano, em 2021 a estimativa está em 49,7 quilos.

 A ligeira queda é explicada pela expectativa de aumento tanto das exportações como da população brasileira. Só as vendas para o mercado externo devem chegar a 4,15 milhões de toneladas neste ano, podendo superar o volume embarcado do produto em 2020, quando foram destinados 4,12 milhões de toneladas ao exterior.

Setor Suíno 
A disponibilidade interna se mantém acima de 15 quilos por habitante no ano. O resultado é atingido mesmo com o aumento de 34,7% nas exportações em 2020, superando 1 milhão de toneladas. Para este ano, a tendência é que as vendas para o exterior se mantenham em patamares elevados, sendo a China o principal consumidor.

 

Com informações Conab

Compartilhar

Últimas Notícias