Exportação de ovos cresce 150% no primeiro bimestre de 2021

Nos dois primeiros meses do ano, o Brasil exportou 3,177 mil toneladas de ovos, diz ABPA

24/03/2021 - 16:02 | Por Redação - SBA | Siga-nos no Google News

As exportações brasileiras de ovos totalizaram 3,177 mil toneladas no primeiro bimestre de 2021, indica levantamento realizado pela Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA). O número supera em 150,6% o volume embarcado no mesmo período do ano passado, com total de 1,267 mil toneladas.

Em receita, as vendas do setor de ovos chegaram a US$ 4,128 milhões nos dois primeiros meses deste ano, resultado 152,8% maior em relação ao registrado no mesmo período de 2020, com US$ 1,633 milhão. Considerando apenas o mês de fevereiro, as vendas do setor chegaram a 1,552 mil toneladas, número 247,9% superior ao efetivado no segundo mês do ano passado, com 446 toneladas. 

Em receita, o resultado de fevereiro chegou a US$ 2,099 milhões, saldo 172,8% maior que os US$ 769 mil realizados no mesmo período comparativo.

Destinos
Os Emirados Árabes Unidos foi o principal destino das exportações de ovos com 2,356 mil toneladas no primeiro bimestre deste ano, volume 209,7% superior ao registrado no mesmo período de 2020. 

Sem importações registradas em 2020, Serra Leoa assumiu o segundo lugar nas exportações brasileiras de ovos neste ano, com 103 toneladas embarcadas. No terceiro posto, o Japão importou 89,2 toneladas, número 103% maior, segundo o mesmo período comparativo.

“A forte elevação das exportações em 2021 retoma os patamares de embarques praticados antes da pandemia. O saldo das vendas incrementa as divisas geradas pelo setor produtivo em um momento especialmente importante para o setor de ovos, com os fortes custos produtivos”, avalia o presidente da ABPA, Ricardo Santin.

 

Informações por ABPA/ Foto de capa por Pixabay

Compartilhar

Últimas Notícias