Vídeos

ABPA: Brasil produz 1.253 ovos por segundo em 2020

Setor prevê crescimento da produção para quatro bilhões de dúzias neste ano

23/03/2021 - 10:00 | Por Valdecir Cremon - SBA | Siga-nos no Google News

A produção brasileira de ovos bateu recorde em 2020 e avicultores projetam números ainda maiores para este ano, aproveitando o aumento de consumo e de exportações durante a pandemia. O total produzido no ano passado chegou ao recorde de 53 bilhões de ovos, ou 1.350 ovos por segundo. Para 2021, o setor mantém expectativa de crescimento da produção para 56 bilhões, com mais de quatro bilhões de dúzias.

A Associação Brasileira de Proteína Animal, a ABPA, revela que o país alcançou a média mundial de consumo de ovos, entre 230 e 250 ovos, por habitante, por ano. Há 10 anos, o consumo era de 180 ovos. Os maiores consumidores são mexicanos e colombianos, com média anual de 350 e 290 unidades per capta, respectivamente.

A evolução superou obstáculos criados pelo aumento de custos de produção, no ano passado, segundo Ricardo Santin, presidente da associação. Preços do milho e do farelo de soja – principais itens na cadeia alimentar de frangos – subiram em torno de 60% e encurtaram a margem de lucro de granjeiros. Mas, não impediram investimentos. 

No ano passado houve aumento de produção em 18 dos 26 estados com granjas enquadradas no universo de pesquisa feita pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

“O que está acontecendo é que as pessoas estão aceitando o ovo como fonte de proteína saudável, sem, por exemplo, aquele ‘mito’ de colesterol. É uma proteína que possui nutrientes e é muito importante para a imunidade”, disse Santin.

O presidente da ABPA também destaca que o consumo de ovos cresceu por se tratar de alimento mais barato, em relação a outras proteínas. 
Assista entrevista da jornalista Sara Kirchoff com Ricardo Santin, para o Canal do Boi.

Compartilhar

Últimas Notícias