Assista agora:
Agricultura

Conab estima recorde de produção em 268,7 mi/ton (+4,2%) na safra 2020/21

Soja e milho devem ter melhores campanhas da história

08/10/2020 - 10:12 | Por Fabiano Reis - Canal do Boi | Siga-nos no Google News

Na manhã desta quinta-feira (8), a Companhia Nacional de Abastecimento divulgou o seu primeiro levantamento para safra 2020/21. Ainda em período inicial de semeadura e, prejudicada pelo clima seco, a campanha pode render 268,7 milhões de toneladas, 4,2% ou 11 milhões de toneladas acima dos 257,7 milhões de toneladas do período anterior 2019/20, por enquanto recorde. O cultivo vai ocorrer em 66,8 milhões de hectares.

As duas principais culturas do Brasil devem entrar nas maiores colheitas de todos os tempos. Soja e milho devem somar juntas 238,9 milhões de toneladas.

A soja foi estimada em 133,7 mi/ton, superior em 7,12% a safra 2019/20, com exportações em 85 mi/ton (+3,7%). O milho deve totalizar 105,2 mi/ton, elevação de 2,6%.

Uma das preocupações de consumidores no Brasil em 2020, o arroz vai ocupar uma área 1,6% superior na próxima safra, entretanto, a Conab não projetou uma produtividade em linha com o ano atual, o que deve trazer um recuo de 4,2% para a produção, totalizando 10,88 mi/ton.

O algodão, que comemorou o dia mundial nesta última quarta-feira e tem se destacado nos campos e nos negócios de produtores brasileiros, vai ter redução de produtividade e área na safra 2020/21. A primeira estimativa trouxe produção em 2,8 milhões de toneladas de pluma, queda de 6,2%.

Detalhes e análises dos números da Conab estarão disponíveis na segunda edição do programa Agricultura BR, a partir das 12h10.

Compartilhar

Últimas Notícias