Mercado

Ministra Tereza Cristina encerra o terceiro dia do ECR 2020 Digital

Líder da pasta do Mapa abordou os aprendizados que ganhou com as crises enfrentadas ao longo dos anos

13/08/2020 - 17:00 | Por Redação - SBA | Siga-nos no Google News

O último dia do Encontro de Recriadores e início do Encontro de Confinamento da Scot Consultoria, que aconteceu na última sexta-feira, (7), contou com a palestra da ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Tereza Cristina, que falou sobre as experiências que obteve a partir das crises que enfrentou enquanto esteve no poder público.

“Me lembro de 2007, quando aceitei ser Secretária da Agricultura e Desenvolvimento Agrário/Turismo de Mato Grosso do Sul. Um grande desafio que, logo em seguida, me fez lidar com o problema de surto de aftosa forte na região que, na época, fecharia o Brasil. Momento de extremo aprendizado, resiliência e paciência. Após superado, aprendi que nas crises e desafios é que crescemos e nos reinventamos, fazendo do limão oferecido, limonada”, afirmou a ministra.

Segundo Tereza Cristina, crises são enfrentadas diariamente no parlamento. Durante a primeira votação que participou, pôde enxergar a importância do seu trabalho para o povo brasileiro. “É necessário pensar, agir, e tomar decisões. Se errônea, voltamos e corrigimos, mas não decidir é nosso maior erro. Refletir e lembrar as crises que vivemos é fundamental para entender o que passamos, como superamos e para onde podemos ir, acredito que dentro da equipe que temos, com todas as suas competências, temos feito o setor do agronegócio brasileiro manter seu posto no cenário internacional”, contou.

A ministra destacou que os últimos anos para a pecuária brasileira foram difíceis, com preços em queda, commodity em baixa e poucos recursos para crédito. Hoje, novos horizontes foram abertos para trazer ao produto e ao produtor brasileiro a devida valorização. 

A pecuária tem aumentado a produtividade nos últimos anos, mostrando o poder e a força que o setor tem e dando aos pecuaristas oportunidades novas. “A crise atual trouxe um avanço da digitalização, da busca de sustentabilidade e, do Oiapoque ao Chuí, vemos a agropecuária brasileira se saindo vencedora e ainda mais forte”, ela garantiu.

Trabalho no Mapa
A Ministra da Agricultura, Tereza Cristina falou também sobre os desafios que tem enfrentado à frente do ministério, mas que desde que assumiu a pasta vários projetos foram implementados e abriram as portas do mercado mundial para os produtos do agro brasileiro.

Segundo a ministra, a melhor forma de abrir esse leque de opções foi conversando “olho no olho” com os representantes dos mais diversos países, principalmente, os asiáticos, e que obteve muito êxito, promovendo a valorização e a melhoria de preços para os produtos nacionais.

Ela lembrou também que o Brasil é uma potência agro-ambiental e com os recursos que possui é capaz de produzir durante o ano todo. A ministra disse que para melhorar ainda mais a capacidade de produção e exportação de produtos oriundos do agro brasileiro alguns problemas com infraestrutura, burocracia e portos precisam ser eliminados. 

Com relação à pecuária, a ministra disse que houve um crescimento de 27% mesmo com a diminuição de 80 milhões de hectares em áreas de pastagens, isso graças aos novos modelos de produção que incluem novas ferramentas digitais que otimizam a produção.

Lembrou que o Brasil está diversificando o mercado com outros países para que as exportações de carne não fiquem refém da China. E o Japão, segundo Tereza Cristina, é um dos que tem grandes possibilidades, caso sejam cumpridos protocolos de rastreabilidade e sistemas de comercialização frigoríficos.

Falando de sustentabilidade, disse que o Plano ABC foi o programa que mais recebeu recursos e investimentos com os juros mais baixos do mercado e que o ministério está trabalhando para colocar no mercado a carne carbono zero, que é mais um conceito sustentável.

Tereza Cristina finalizou sua participação no evento dizendo que “a organização do setor agro foi fundamental para minimizar os efeitos da pandemia, tornando possível o Brasil colher a maior safra de sua história” e terminou dizendo que o país saírá ainda mais fortalecido dessa crise.

 

Foto de capa por: Divulgação Mapa

Matéria publicada originalmente em 11/08/2020 com informações acrescentadas em 13/08/2020

Compartilhar

Últimas Notícias