Previsão do Tempo

Entidade catarinense alerta para a possibilidade de ventos fortes para esta quarta-feira

Está prevista queda brusca de temperatura no estado para esta semana

01/07/2020 - 12:35 | Por Thalya Godoy - SBA | Siga-nos no Google News

Na manhã desta quarta-feira (01), a Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri) alertou que é falsa a mensagem que circula pelo WhatsApp, em que a entidade afirma que “não há uma ‘segunda onda’ do ciclone atuando em Santa Catarina na manhã desta quarta-feira, 1”. 

A meteorologista da Epagri/Ciram, Gilsânia Cruz, explica que o vento forte da madrugada e manhã da quarta-feira é associado à diferença de pressão entre o ciclone que está posicionado no litoral do Rio Grande do Sul e o avanço de uma massa de ar frio, que é uma alta pressão. Essa combinação gera ventos de 60 a 80Km/h no Litoral e Serra, que podem alcançar a velocidade de 100km/h ou pouco mais em alguns momentos, principalmente, na Serra e Litoral Sul.

Assim, Gilsânia lembra que o alerta para ventos fortes está mantido nesta quarta-feira. Ela pede também atenção às condições de mar, que pode ficar de muito agitado a grosso, com risco de ressaca, conforme informa o Aviso de Mar emitido pela Epagri/Ciram.

Ontem (30), Santa Catarina foi fortemente castigada pela passagem de um ciclone extratropical associado a passagem de uma frente fria que atingiu a região Sul do país. De acordo com a Defesa Civil, 49 municípios relataram prejuízos e, em alguns locais, os ventos chegaram a 120 km/h. 

Segundo o Corpo de Bombeiros de Santa Catarina, todas as regiões do estado foram afetadas pela passagem do ciclone e todos os batalhões catarinense foram mobilizados.

Corpo de Bombeiros de Santa Catarina relata que todas as regiões do estado sofreram prejuízos. Foto por: Corpo de Bombeiros

“A partir da madrugada quarta-feira (01), o deslocamento do ciclone extratropical em direção ao oceano, ainda deixa condições de rajadas de vento muito forte, podendo superar os 100 km/h na faixa centro-leste do estado”, alerta a Defesa Civil.

Existe ainda a previsão de mar muito agitado e ressaca com altura das ondas, que podem ultrapassar os quatro metros entre o Litoral Sul e a Grande Florianópolis. Há também o risco de alagamentos costeiros associados a maré alta entre a manhã desta quarta-feira (01) e quinta-feira (02) em toda a região costeira, principalmente, no Litoral sul.

De acordo com previsão da Defesa Civil, após a passagem do ciclone, uma onda de frio começa a atuar no território catarinense, derrubando as temperaturas, que poderão ter mínimas entre 0ºC a 5ºC, com possibilidade de números negativos.

Alertas da Defesa Civil
A Defesa Civil de Santa Catarina (DCSC) emitiu alertas para os fortes ventos e tempestades que atingiram o Estado. O serviço de monitoramento da DCSC é gratuito e disponibiliza as informações por meio do site, redes sociais e por mensagens SMS. 

Para receber os avisos e alertas, basta enviar uma mensagem de texto SMS para o número 40199 contendo no corpo do texto apenas o Código de Endereçamento Postal (CEP) do local que deseja receber as informações.

 

Foto de capa por Corpo de Bombeiros de Santa Catarina

Compartilhar

Últimas Notícias