Assista agora:
Pecuária

“Vamos entrar na seca sem pasto e sem água”, afirma pecuarista da região do Pantanal

Produtor conta que faz uso de tecnologias para enfrentar períodos sem chuvas na região

06/05/2020 - 16:53 | Por Thalya Godoy - SBA | Siga-nos no Google News

A falta de chuvas no Pantanal Sul-Mato-Grossense tem preocupado os produtores da região. De acordo com o pecuarista da fazenda Novo Horizonte, na área do Pantanal da Nhecolândia, Carlão Guaritá, a seca, em alguns casos, é pior que a enchente. “Tem região que você não precisa correr da enchente para tirar gado. Nela é primordial. Pantanal sem enchente a terra não é tão fértil, então precisa-se para renovar os pastos, trazer matéria orgânica. Sem ela, esse tipo de Pantanal fica muito prejudicado”, afirma Guaritá em entrevista ao repórter do Canal do Boi, José Cunha.

O produtor conta que a falta de chuvas não é incomum para algumas regiões do Pantanal, mas o cenário de seca tem sido severo. “Esse período tá muito antecipado. Estamos recém-saindo de abril e tá faltando chuva nessa época. Nós vamos entrar na seca já sem pasto e sem água, e isso agrava muito para o Pantanal”, ele alerta.

Para tentar contornar a situação, o pecuarista busca alternativas para amenizar os efeitos da estiagem no plantel. “A gente tem buscado muita tecnologia nova que existe no mercado. Aqui na Novo Horizonte nós implantamos o sistema de placas solarse que tocam uma bomba submersa”, explica.

Compartilhar

Últimas Notícias