Assista agora:
Economia

Balança comercial brasileira com superávit de US$ 882 milhões no início do mês

Corrente de comércio na primeira semana de abril ficou em US$ 4,743 bilhões

06/04/2020 - 17:12 | Por Thalya Godoy - SBA | Siga-nos no Google News

De acordo com dados do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (Mdic), a balança comercial brasileira, na primeira semana de abril, teve superávit de US$ 882 milhões e corrente de comércio em US$ 4,743 bilhões. Este cenário é resultado de embarques no valor de US$ 2,813 bilhões e importações de US$ 1,931 bilhões. 

No ano, as exportações totalizam US$ 52,333 bilhões e as importações, US$ 45,889 bilhões, com saldo positivo de US$ 6,444 bilhões e corrente de comércio em US$ 98,222 bilhões. 

Comparativo mensal
Nas exportações, comparadas as médias até a primeira semana de abril deste ano, de US$ 937,54 milhões, frente as de abril de 2019, com US$ 918,18 milhões, ocorreu alta de 2,1%. 

Nas importações, houve queda de 0,8% na comparação entre as médias até a primeira semana de abril de 2020, US$ 643,55 milhões, com abril de 2019, US$ 648,98 milhões. 

Setor Agropecuário
Na primeira semana de abril, de receita, os embarques do setor agropecuário geraram US$ 320.662 mil na média diária, enquanto as importações totalizaram US$ 13.415 na mesma comparação.

Exportações Agropecuária
Soja (+ 80,2% com aumento de US$ 126,19 milhões na média diária); Café não torrado (+ 37,5% com aumento de US$ 6,06 milhões na média diária); Animais vivos, não incluído pescados ou crustáceos (+ 38,4% com aumento de US$ 0,80 milhões na média diária); Especiarias (+ 96,0% com aumento de US$ 0,77 milhões na média diária) e Tabaco em bruto (+ 119,4% com aumento de US$ 0,27 milhões na média diária). 

Importações Agropecuária
Pescado inteiro vivo, morto ou refrigerado (-92,4% com queda de US$ -2,23 milhões na média diária); Cacau em bruto ou torrado (-100,0% com queda de US$ -1,27 milhões na média diária); Cevada, não moída (-100,0% com queda de US$ -0,95 milhões na média diária); Produtos hortícolas, frescos ou refrigerados (-19,3% com queda de US$ -0,40 milhões na média diária) e Milho não moído, exceto milho doce (-60,3% com queda de US$ -0,33 milhões na média diária). 

 

Informações por Mdic

Compartilhar

Últimas Notícias