Pecuária

Cresce demanda pelo boi magro

Valorização desde o início do ano foi de 2,9%

25/03/2020 - 10:17 | Por Thalya Godoy - SBA | Siga-nos no Google News

De acordo com a Scot Consultoria, o mercado de reposição em Rondônia esfriou nos últimos dias. Essa reação está atribuída às incertezas pela pandemia do coronavírus, que tem influenciado na conjuntura atual do mercado do boi gordo. 

No estado, a maior demanda tem sido pelo boi magro anelorado de 12@. Em comparação ao início do ano como referência para esta categoria, o preço subiu 2,9% e o boi magro está cotado em R$ 2.160,00 por cabeça. 

Nesse mesmo intervalo, a melhor relação de troca ficou para o bezerro de ano. O poder de compra do recriador/invernista para esta categoria subiu em 6,8%. O bezerro de ano está cotado atualmente em R$ 1,7 mil. 

Em março de 2019, com a venda de um boi gordo de 18@ comprava-se 1,72 bezerro de ano e, atualmente, compra-se 1,84 bezerro. 


Informações por Scot Consultoria

Compartilhar

Últimas Notícias