Assista agora:
|
Agricultura

Indicador do café arábica recua

Saca registrou queda de R$ 50 em janeiro

05/02/2020 - 10:58 | Por Redação - SBA | Siga-nos no Google News

As cotações do café arábica recuaram de forma expressiva no primeiro mês de 2020, conforme indicam dados do Cepea. A média do Indicador CEPEA/ESALQ do tipo 6 bebida dura para melhor, posto na capital paulista, foi de R$ 493,03/saca de 60 kg, baixa de 52,14 Reais/por saca de 60 kg (ou -9,5%) em relação à média de dezembro/19, que foi de R$ 545,17/sc. A forte baixa, segundo pesquisadores do Cepea, esteve atrelada ao recuo dos valores externos, que, por sua vez, foram influenciados por fatores técnicos. Além disso, as primeiras estimativas para a safra 2020/21 no Brasil indicam boa produção.

A Conab indicou, em janeiro, que a colheita de café deve variar de 57,2 a 62 milhões de sacas, elevação de 15 a 26% frente à temporada 2019/20. Quanto ao robusta, os preços domésticos da variedade também recuaram em janeiro, ainda que em menor intensidade que os do arábica. A média do Indicador CEPEA/ESALQ do tipo 6 peneira 13 foi de R$ 303,02/saca de 60 kg, baixa de 2,6% (ou 8,36 Reais/sc) em relação a dezembro/19.

Com informações Cepea

Compartilhar

Últimas Notícias