Pecuária

Em comparação anual cortes de carne bovina apresentam queda

Recuo nos preços foi um reflexo da redução na procura de carne pelos varejistas

14/01/2020 - 09:21 | Por Redação - SBA | Siga-nos no Google News

Carne em alta: Da 2ª semana de dezembro 2019 para a 2ª semana de janeiro 2020, os cortes no atacado apresentaram movimento de queda de 17,65%, fechando a média dos cortes sem osso em R$ 21,51/kg. Segundo os informantes do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea) , esse recuo nos preços foi um reflexo da redução na procura de carne pelos varejistas, que estão com os estoques cheios, decorrentes do baixo consumo, comum neste período, devido às contas “pesadas” da população no início de ano. Contudo, quando se comparam as cotações atacadistas da 2ª semana de jan/20 com as do mesmo período de 2019, observa-se um aumento de 16,84%. Já no varejo, as cotações ainda não caíram significativamente, pois estão apenas 2,14% menores que as do mês anterior e 32,92% maiores em relação ao mesmo período do ano passado. Assim, o consumidor final ainda não tem sentido o reflexo da queda de janeiro/20, visto que os patamares dos preços ainda estão altos tanto no atacado quanto no varejo

Com informações Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea) 

Compartilhar

Últimas Notícias