Pecuária

Governo indica queda nos preços da carne bovina

Registro refere-se a primeira semana de dezembro

09/12/2019 - 08:29 | Por Thalya Godoy* - SBA | Siga-nos no Google News

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) realizou monitoramento que indica queda no preço da carne bovina durante a primeira semana de dezembro. Nos principais mercados, o recuo foi cerca de 9%. Na segunda-feira (2), em Mato Grosso, a arroba do boi saiu de R$ 216 para R$ 197 na última quinta-feira (5). Na Bahia, caiu de R$ 225 para R$ 207, no mesmo período. Em Mato Grosso do Sul, a arroba cotada em R$ 220 foi para R$ 200.

Os resultados mostram a tendência iniciada na última semana de novembro. De acordo com a ministra do Mapa, Tereza Cristina, o preço da proteína está se ajustando. “O preço daqui para frente deve se estabilizar”, afirmou.

A ministra explicou que a valorização está ligada a diversos fatores, como a seca deste ano que prejudicou o crescimento do pasto e, consequentemente, afetou a engorda do rebanho bovino de corte; a arroba do boi gordo estável nos últimos dois/três anos, o que inibiu investimentos; e a abertura de mercados externos, em especial o aumento da demanda da China por proteína animal, devido a peste suína africana, que dizimou pelos menos 40% do rebanho suíno chinês.

A ministra afirmou que a responsabilidade é do mercado de encontrar equilíbrio nos preços entre a oferta e a procura, sem interferência do Mapa. “Isso é mercado. Não tem o que a gente fazer no momento”, disse. Tereza Cristina disse que não falta carne para consumo interno. “Fiquem todos absolutamente tranquilos, tem carne para todo o Brasil”, acrescentando que o país dispõe de um rebanho de mais de 215 milhões de cabeças.

 

Com informações do Mapa
*Texto supervisionado por Douglas Ferreira

Compartilhar

Últimas Notícias