Agricultura

Preço do dólar avança e trigo segue o ritmo no mercado interno

Valorização da moeda norte-americana torna mais cara a importação e fomenta competitividade pelo cereal brasileiro

20/11/2019 - 09:44 | Por Thalya Godoy* - SBA

Segundo informações do Centro de Estudos em Economia Aplicada (Cepea), a colheita de trigo avança no Rio Grande do Sul, o que evidencia a qualidade do cereal inferior à desejada. Agentes consultados pela entidade indicam que a disponibilidade de trigo de PH 78 ou maior está baixa. Esse cenário, somado à valorização do dólar, têm elevado os preços domésticos do trigo. 

A moeda norte-americana em alto patamar encarece a importação e acirra a disputa pelo produto brasileiro. No Rio Grande do Sul, dados da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater) indicam que até a última quinta-feira (14), 80% da área havia sido colhida, o que representa avanço semanal de 13 p.p.. 

No Paraná, o Departamento de Economia Rural da Secretaria Estadual de Agricultura e Abastecimento (Deral/Seab) aponta que até o dia 11 de novembro, a colheita tinha sido feita em 95% da área, avanço semanal de 3 p.p.. Em Santa Catarina, a colheita está no início, mas produtores não demonstram muito interesse em fixar preços. 

 

Com informações do Cepea
*Texto supervisionado por Douglas Ferreira

Compartilhar

Últimas Notícias