Mercado

Pelo sexto mês seguido caem os preços de alimentos consumidos em domicílio

Com queda de 0,70% em setembro, no mês passado foi registrado 0,03% de redução

11/11/2019 - 10:26 | Por Rafaela Flôr - SBA | Siga-nos no Google News

Os preços dos alimentos consumidos em casa apresentaram queda pelo sexto mês consecutivo. Depois de cair 0,70% em setembro, a baixa foi de 0,03% em outubro. Os dados foram divulgados na última quinta-feira (7) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Segundo avaliação da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), embora a variação dos preços tenha sido de apenas -0,03%, alguns produtos apresentaram alterações expressivas, justificadas por movimentos de mercado.

Os preços dos alimentos que mais reduziram em outubro foram a cebola (-20,84%), o mamão (-16,13%), a cenoura (-9,27%), a batata-inglesa (-9,06%) e a manga (-6,35%). De acordo com o Comunicado Técnico da CNA, apesar da queda média dos preços dos alimentos consumidos no domicílio, alguns produtos observaram altas no período, como as carnes. O aumento de 1,77% nos preços internos da carne bovina está associado ao incremento de 3,1% no preço da arroba do boi gordo.

O Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) global subiu apenas 0,10%, a menor taxa para o mês de outubro desde 1998. Já no acumulado de 12 meses, o IPCA está em apenas 2,54%, depois de fechar setembro a 2,89%. Segundo documento da Confederação, a expectativa do mercado é que esse indicador encerre o ano em 3,30%, valor acima do piso da meta de inflação de 2019 (2,75%) e 1 ponto percentual abaixo do centro da meta, que é de 4,25%.

Com informações de Assessoria do CNA.
*Texto supervisionado por Douglas Ferreira.

Compartilhar

Últimas Notícias