Pecuária

Preços internos da arroba apresentam alta devido a exportações recordes

Comparativo com a semana anterior registrou aumento de 6%

07/11/2019 - 15:00 | Por Pâmela Machado* - SBA

Segundo informações do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea) o bom desempenho das exportações está mantendo aquecida a demanda doméstica por novos lotes de bovinos para abate. Entretanto, a oferta segue limitada. Os preços da arroba neste cenário apresentam crescimento em todas as regiões. 

O Indicador do boi gordo ESALQ/B3, em São Paulo, na última quarta-feira (6) fechou a R$177,45, com alta de 6% no comparativo com a quarta-feira anterior (30). Desde o início da série histórica, iniciada em 1994, este foi o maior valor nominal registrado. Trata-se do maior patamar, em termos reais, desde abril de 2016, quando o Indicador registrou média mensal de R$182,00, com valores deflacionados pelo IGP-DI. Antes desse período, o maior patamar real foi registrado ema abril de 2015 alcançando os R$190,84.

Na Grande São Paulo, o mercado atacadista de carne, registrou preços em alta, próximos aos recordes reais da série. Alguns fatores, como o volume expressivo de carne exportada e a maior procura doméstica no fim de ano, colaboraram para alta nos preços. Os volumes de embarques brasileiros de carne in natura, somaram 160,09 mil toneladas em outubro. O valor é o maior volume já exportado pelo Brasil em um único mês. Por fim, a receita também foi recorde, com quase R$3 bilhões, devido ao cenário das exportações e ao dólar elevado. 

Com informações do Cepea

*Texto com supervisão de Douglas Ferreira

Compartilhar

Últimas Notícias