Pecuária

Preço do boi gordo e mercado de reposição apresentam alta no MT

Relatório do Imea verificou alta nos preços da arroba do boi gordo e da vaca gorda, além do aumento na troca de boi/bezerro

05/11/2019 - 08:54 | Por Rafaela Flôr* - SBA

O Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (Imea), na análise semanal das cotações do boi e oferta de boiada constatou que, em outubro, os cortes no mercado atacadista registraram movimento de alta quando comparado com setembro. O relatório do instituto explica que neste mês, a média dos cortes com osso do atacado aumentou 6,35% em relação a setembro, fechando em R$ 12,21/kg. A maior valorização foi do corte traseiro sem osso, com 10,69%, seguido da carcaça casada, com 7,92%, e do traseiro com osso, com alta de 7,37%. 

Com isso, o equivalente físico do atacado apresentou incremento de 5,08% no período, o que representa uma arroba de R$146,60, ou seja, valor 0,57% acima da média da arroba do boi gordo. Este cenário, de sustentação de alta nos preços, é positivo, pois pode indicar que a demanda tem conseguido absorver o repasse da alta nos preços. Para os próximos meses, esta conjuntura pode continuar, visto que o consumo é tipicamente maior neste período com a proximidade das festividades de fim de ano.

Segundo o relatório, na última semana a oferta de boiada continuou restrita para os frigoríficos, o que impulsionou ainda mais as cotações da arroba do boi e da vaca gorda. Os preços fecharam a R$ 150,70/@ para o macho e R$ 141,35/@ para a fêmea, com acréscimos de 2,49% e 2,63%, respectivamente, no comparativo semanal.

Por causa da ocorrência de chuvas, o mercado de reposição tem começado a se firmar, pois novamente apresentou valorizações. Em relação à semana passada (28/10 a 01/11), a média do preço do bezerro de ano aumentou 0,64%, fechando em R$ 1.378,22/cab.

Já a escala de abate continua em declínio, devido ao menor volume de gado ofertado. Na semana passada fechou com 4,85 dias de programação, representando um decréscimo de 0,83 dia ante a semana anterior.

Com valorização da arroba do boi gordo em maiores proporções que a do bezerro, a relação de troca boi/bezerro aumentou 1,85% em relação à semana passada, totalizando 1,87 cab/cab.

Com informações de Imea.
*Texto supervisionado por Douglas Ferreira.

Compartilhar

Últimas Notícias