Saúde

Governo inicia plano estratégico para erradicar peste suína clássica

Região que receberá o projeto representa quase 50% do território do país

01/11/2019 - 13:10 | Por Thalya Godoy* - SBA

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) deu início na última quinta-feira (31), a implementação do Plano Estratégico Brasil Livre de Peste Suína Clássica (PSC). O objetivo é erradicar a doença nos 11 estados da zona não livre da doença no país, que são Alagoas, Amapá, Amazonas (exceto, pois parte do estado pertencente à zona livre), Ceará, Maranhão, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Roraima.

De acordo com o Mapa, a região que receberá o plano representa quase 50% do território brasileiro, onde estão cerca de 18% do rebanho suíno nacional, em mais de 300 mil estabelecimentos rurais, predominantemente composto por pequenos produtores familiares. O projeto prevê 36 ações. Entre as primeiras medidas está o aumento da vigilância agropecuária nos 11 estados da área não livre da PSC. Os estados elaborarão os planos e o Mapa acompanhará e cobrará os ajustes se necessário. 

Desde outubro de 2018, foram registrados 67 focos da doença na zona não livre da doença no país, sendo 49 no Ceará, 16 no Piauí e dois em Alagoas. Um total de R$ 1.116.914,00 será pago para indenizar os 671 produtores dos suínos e cobrir despesas de custeio para contenção dos focos. Foram sacrificados 7.434 animais e 2.906 propriedades foram investigadas. O rebanho total dessa área é de aproximadamente de 5 milhões de animais.

Com o reconhecimento da Organização Mundial de Saúde Animal (OIE), o Brasil é dividido em duas zonas livres de PSC e uma zona não livre da doença. A primeira zona livre do país foi reconhecida pela OIE em 2015, nos Estados do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina. O segundo reconhecimento ocorreu em 2016, envolvendo os estados do Acre, Bahia, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rondônia, São Paulo, Sergipe, Tocantins e os Municípios de Guajará, Boca do Acre, sul do Município de Canutama e sudoeste do Município de Lábrea, pertencentes ao estado do Amazonas.

 

Informações por Mapa
*Texto supervisionado por Douglas Ferreira

Compartilhar

Últimas Notícias