Pesquisa e Produção

Debate e incentivos para a cadeia produtiva da guavira

Guariroba como também é conhecida é considerada fruto símbolo de Mato Grosso do Sul

30/10/2019 - 10:33 | Por Kaile Rodrigues - SBA

Guavira ou guabiroba, para os que não são do estado de Mato Grosso do Sul, é um fruto selvagem que dá em arbustos nos campos do cerrado, para o pantaneiro é um fruto nato. Começam a aparecer nos guavirais nativos, depois da seca, amadurecem rapidamente  e duram, no máximo duas semanas.  visando a preservação como também o estimulo de  estudos tècnico-cientifico, é que a Universidade Federal do Estado de Mato Grosso do Sul (UFMS),  juntamente com outras instituições, promoveram o segundo Seminário da guavira.

A professora e representante da UFMS na comissão organizadora, Raquel Pires Campos afirma que "o objetivo principal do evento é contribuir com o incremento nas áreas de ciência, tecnologia, inovação e empreendedorismo para o estado de Mato Grosso do Sul, estimulando estudos técnico-científicos, produção e consumo sustentáveis da guavira e também aproveitando a experiência com outros frutos nativos". Cultivo, consumo sustentável, geração de novos produtos através da guavira e trocas de experiências também são objetivos fundamentais dentro desse contexto. Participaram do Seminário, acadêmicos, pesquisadores, professores, produtos como também produtores principalmente da agricultura familiar. Mato Grosso do Sul, conta com a Lei Estadual Nº 5.082/2017, que declara a guavira como fruto símbolo do estado.

 

Foto de capa: Divulação Agraer

 

Compartilhar

Últimas Notícias