Agronegócio

Iagro MS emite nota sobre nova suspeita de mormo

Neste ano foram investigadas 16 notificações de foco da doença

10/10/2019 - 10:36 | Por Thalya Godoy* - SBA

Após suspeita de foco de mormo em etapa do Circuito de Laço Comprido (CLC), em Campo Grande (MS), a Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal (Iagro), esclareceu em nota oficial emitida na última quarta-feira (9), que aguarda os resultados dos exames para confirmação ou negativa da doença.

O mormo é uma doença infectocontagiosa dos equídeos, como os cavalos, asnos e mulas, e que pode ser transmitida para os seres humanos. Os animais podem apresentar sintomas clínicos de febre, catarro, presença de nódulos subcutâneos e pneumonia.

Segundo o órgão, em Mato Grosso do Sul, entre 2015 e 2018, foram registradas 247 suspeitas. No total, foi comprovada a presença da doença em 26 propriedades, que passaram por saneamento. Em 2019, até agora, 16 notificações foram recebidos. Destes, 12 foram negativas, quatro estão em análise e um foco foi confirmado em Aparecida do Taboado, a 444 km de Campo Grande.

Sobre o evento, a Iagro afirma que, com a hipótese da presença do mormo no local da prova, foram tomadas medidas para preservar a segurança dos outros animais presentes. “O cancelamento do referido evento foi em virtude da constatação técnica de que a unidade epidemiológica suspeita envolvia também o local da prova, sendo assim, essa medida foi adotada para salvaguardar outros equídeos que participariam do certame. Ressaltamos ainda que todas as ações da IAGRO estão baseadas em legislações normatizadas pelo MAPA e que a coordenação do PNSE na IAGRO está avaliando e monitorando todas as medidas”, explicou em nota.

 

*Texto supervisionado por Douglas Ferreira

Compartilhar

Últimas Notícias