Pecuária

Preços dos três elos da cadeia de corte em Mato Grosso registraram alta em setembro

Crescimento é atribuído as cotações dentro da porteira e repasses da indústria

08/10/2019 - 11:08 | Por Thalya Godoy* - SBA

Segundo o Instituto Matogrossense de Economia Agropecuária (Imea), no mês de setembro, os preços dos três elos da cadeia de corte em Mato Grosso registraram alta. No comparativo mensal, o mercado varejista teve crescimento na média das cotações em 0,42%, enquanto para o atacadista foi de 1,74%, caracterizada pela média da carcaça casada do boi.

Este cenário esteve mais ligado ao aumento nas cotações dentro da porteira e ao repasse da indústria para o varejo. Desde fevereiro deste ano o equivalente físico tem fechado em cerca de 1,4% menor do que a arroba do boi gordo, do que à retomada do consumo doméstico.

Além disso, os bons números nas exportações mantém o cenário, que em setembro tiveram alta de 7,81%, frente a agosto. Este aumento representa 35,76 mil toneladas, no Equivalente Carcaça, conforme dados mais recentes do Ministério da Economia, Indústria, Comércio Exterior e Serviços. Deste modo, apesar da demanda interna continuar estável, os envios internacionais e a baixa oferta de animais resultaram em melhores índices para o setor.

Boi gordo

A média semanal da arroba do boi gordo encerrou em R$ 142,47/@, com aumento de 0,14% em comparação a semana passada. Isso se deve ao varejo puxando os preços do restante da cadeia e a demanda mais aquecida durante a primeira semana do mês.

Vaca gorda

No caso da vaca gorda, a alta foi mais expressiva, atribuído ao crescimento da oferta mais restrita. Deste modo, o aumento foi de 1,14% no comparativo semanal, fechando na média de R$ 135,23/@.

Abate

A escala de abate apresentou queda de 0,12 dia em comparação a semana passada, encerrando com média de 6,71 dias, devido a oferta mais restrita de animais.

Mercado

Registraram aumento significativo os contratos na B3 de outubro de 2019 e maio de 2020, com valores de 1,78% e 4,48%, respectivamente, frente a semana anterior. Os preços fecharam em R$ 163,03/@ e R$ 169,55/@, na mesma ordem.

Com informações do Imea

*Texto supervisionado por Douglas Ferreira

Compartilhar

Últimas Notícias