Pecuária

Rebanho bovino apresenta queda por dois anos consecutivos

O registro é resultado de pesquisa do IBGE feita durante todo o ano de 2018

20/09/2019 - 18:34 | Por Rafaela Flôr - SBA

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou, nesta sexta-feira (20), o relatório da Pesquisa da Pecuária Municipal (PPM) de 2018, que indicou que o rebanho de bovinos apresentou queda pelo segundo ano consecutivo.

A pesquisa, realizada durante todo o ano de 2018, estima que houve redução de 0,7% de bovinos se comparado com 2017. Em contrapartida, o número de abate foi maior, apresentando crescente nos últimos dois anos analisados. 

A região Centro-Oeste, com o maior número de animais, registrou queda no ano analisado, de 0,4% o que representa 73,8 milhões de cabeças de bovinos, sendo responsável por 34,6% do total nacional. O aumento registrado foi nas regiões Norte e Nordeste. O Norte do país tem crescente contínuo desde 2008.

O estado de Mato Grosso é o detentor do maior plantel bovino do país desde 2004, com 30,2 milhões de cabeças. Em 2018, o estado teve 32 milhões de bovinos abatidos, representando 16,3% do índice nacional. Os estados de Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul e Pará abrigaram, respectivamente 10,6%, 10,2%, 9,8% e 9,7% do total nacional.

 

*Texto com supervisão de Adriano Falleiros.

Compartilhar

Últimas Notícias