Agricultura

Queda nos preços do algodão

Valores do algodão caem 1,46% pelo quarto mês consecutivo

04/09/2019 - 15:40 | Por Redação - SBA

Segundo o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), ao longo de agosto a comercialização de algodão em pluma seguiu lenta. Agentes consultados pelo Cepea priorizaram os embarques de contratos destinados aos mercados interno e externo.

Cotonicultores estiveram focados na colheita e no beneficiamento da safra 2018/2019, com boa parte da produção comprometida. Vendedores ativos estiveram firmes nos valores solicitados, inclusive para os lotes com alguma característica, como micronaire.

Para o comprador, empresas permanecem fora do mercado, utilizando a matéria-prima já contratada ou estocada. Ao mesmo tempo, outras empresas adquirem pequenos volumes para atender à necessidade imediata. Para atender as programações, comerciantes estiveram mais ativos para aquisições de lotes no spot.

As negociações “casadas” estiveram lentas, devido às dificuldades em acordar os preços e a qualidade da pluma. Assim, pelo quarto mês consecutivo, o Indicador do algodão em pluma CEPEA/ESALQ, entre 31 de julho e 30 de agosto, com pagamento em 8 dias, caiu 1,46%. No acumulado do ano a baixa é de 19,83%.

Fonte: Cepea

Compartilhar

Últimas Notícias