Agricultura

Cotações de milho são pressionadas nos portos brasileiros

A motivação é a queda externa

19/08/2019 - 18:58 | Por Redação - SBA

De acordo com informações do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea) as desvalorizações internacionais do milho pressionaram as cotações do grão nas regiões dos portos brasileiros. O movimento atingiu a maioria das demais regiões acompanhadas pelo Cepea.

Compradores atentos aos declínios nos portos se retraíram do mercado e estão à espera de novos recuos nas próximas semanas. A expectativa é de que os fretes, até então mais altos, também ameacem os valores do milho com a colheita próxima do fim.

Por sua vez, vendedores estão desinteressados em negociar grandes lotes dos grãos e utilizam o tempo favorável para finalizar a colheira da segunda safra, onde muitos optam por comercializar a soja. Diante disso, a liquidez esteve baixa nesta semana.

Os portos de Santos (SP) e Paranaguá (PR) registraram as maiores quedas nos preços, entre 9 e 16 de agosto. O Indicador ESALQ/BM&FBovespa (Campinas – SP) fechou a R$ 36,14/sc de 60 kg na sexta, recuo de 1,2% em sete dias.

Fonte: Cepea

Compartilhar

Últimas Notícias