Agronegócio

Preços da soja sofrem disparidade

Sojicultores estão retraídos das vendas

17/06/2019 - 11:26 | Por Douglas Ferreira - SBA
Foto: Divulgação

Segundo pesquisas do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea) a discrepância entre os preços ofertados por vendedores e os pedidos por compradores voltou a sofrer elevação no mercado brasileiro, cenário que reduziu a liquidez tanto no spot quanto nas comercializações de contrato a termo. Sojicultores estão retraídos das vendas, uma vez que há incertezas sobre a safra de soja nos Estados Unidos, onde o excesso hídrico segue retardando o semeio e preocupando agentes sobre a produtividade e a qualidade da safra daquele país.

Outro fator, uma parcela dos sojicultores já “fez caixa” e prefere segurar o remanescente da produção para comercializar no segundo semestre, período em que a safra norte-americana terá melhor definição. Em relação aos preços, o Indicador ESALQ/BM&FBovespa da soja Paranaguá (PR) teve alta 1,45% entre 7 e 14 de junho, a R$ 82,73/saca de 60 kg na sexta-feira, 14. No mesmo comparativo, o Indicador CEPEA/ESALQ Paraná subiu 2,67%, a R$ 77,67/sc de 60 kg no dia 14.

Fonte: Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea)

Compartilhar

Últimas Notícias