Geral

PMA multa e prende homem suspeito de maus-tratos a cavalo

Animal foi levado ao Hospital Veterinário da UFMS

25/11/2021 - 07:00 | Por Redação - SBA | Siga-nos no Google News
Animal recebeu cuidados de médicos veterinários
Foto: PMA MS

A Polícia Militar Ambiental (PMA) de Campo Grande (MS) recebeu denúncias na manhã de terça-feira (23), de maus-tratos a uma égua, que estaria exposta ao sol quente. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a cidade registrou 33ºC na terça (23).

Os agentes foram até o local e constataram que o animal estava caído em uma área com gramíneas. Segundo a PMA, no local não havia água e alimento disponíveis para o equino.

Ela estava doente e com feridas pelo corpo. Uma equipe de médicos veterinários foram avisados da situação e foram até o local, montaram uma tenda e iniciaram atendimento na égua. Após cuidados, os voluntários conseguiram levantar o cavalo.

Conforme relato de testemunhas, o proprietário, um idoso de 65 anos, disse que deixaria o bicho no local, caso morresse ele o enterraria.

A égua foi levada ao hospital veterinário da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), mas não resistiu e foi a óbito.

O dono foi localizado, autuado administrativamente e multado em R$ 2 mil. Ele foi conduzido à delegacia de Polícia Civil de Crimes Ambientais (DECAT) e irá de responder por crime ambiental de maus-tratos, com pena de três meses a um ano de detenção.

Com informações PMA MS. 

Compartilhar

Últimas Notícias