Crime

Gaeco prende suspeitos de vender carne de cavalo ilegal, em Caxias do Sul

Operação Hipo foi deflagrada nesta quinta-feira pelo Ministério Público

18/11/2021 - 11:44 | Por Redação - SBA | Siga-nos no Google News

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) deflagrou nesta quinta-feira (18) a operação Hipo,  ação que tem como objetivo desarticular uma organização que realizava abates ilegais de carne de equinos (em formato de hambúrgueres e bifes), em Caxias do Sul, no Rio Grande do Sul.

Os agentes cumprem seis mandados de prisão preventiva e 15 de busca e apreensão a oito suspeitos. Segundo agentes, o grupo abastecia estabelecimentos da cidade. A confirmação do tipo de proteína ocorreu através de exames, que atestaram a presença de DNA de cavalo em um lanche. 

O grupo misturava a proteína com carnes de peru e suíno. “Eram distribuídos em torno de 800kg semanais”, disse o coordenador do Gaeco e promotor de Justiça, Alcindo Luz Bastos. 

Segundo o Ministério Público, os suspeitos não possuem autorização para o abate e venda de nenhum tipo de carne. 

Com informações Ministério Público do Rio Grande do Sul. 

Compartilhar

Últimas Notícias