Economia

Preço do tomate cresce 60% em setembro, diz Conab

Companhia divulgou nesta terça (19) o 10º Boletim do Prohort

19/10/2021 - 11:59 | Por Thauana Luares* - SBA | Siga-nos no Google News

Segundo o 10º Boletim do Programa Brasileiro de Modernização do Mercado Hortigranjeiro (Prohort) da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), divulgado nesta terça-feira (19), a redução de oferta do tomate ocasionou elevação de preços que chegaram até 60% em algumas distribuidoras, a partir da segunda quinzena de setembro até outubro. 

A cenoura também ficou em destaque na alta dos preços em setembro, diante da redução de 6% de sua produção.
Em setembro deste ano, o setor de hortaliças sofreu uma redução de 4% da comercialização em relação ao mês anterior, e na comparação com o mesmo período em 2020, a comercialização do produto caiu 8%.

De acordo com o diretor de Política Agrícola e Informações da Companhia, Sergio De Zen, o país tem vivido uma pressão inflacionária diante do consumo, oferta e demanda de produtos Hortigranjeiros durante a pandemia de covid-19.

“Os hortifrutis no início da pandemia foram afetados pela falta de canais de distribuição e de dificuldades que levaram a prejuízos. Com o passar do tempo esse fluxo se regularizou, mas só agora podemos dizer que os restaurantes, bares e cozinhas industriais retomam o ritmo normal de consumo. Isto então altera substancialmente a demanda de produtos hortifrutigranjeiros, é importante separar o momento em que a gente vive entre o choque de oferta, de demanda e problemas sociais decorrentes da pandemia e o sistema econômico no Brasil e fora dele”, afirmou o diretor.

Segundo o levantamento, a batata também apresentou altas de 53,09% nos preços, na Central de Abastecimento (CEASA) de Rio Branco (AC). Enquanto isso, o valor da cebola caiu em oito das dez centrais analisadas, e o custo da alface não sofreu mudanças drásticas.

Além da pesquisa, a coordenadora do Observatório Brasileiro de Hábitos Alimentares (OBHA) da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) de Brasília, Denise Oliveira e Silva pontuou durante a divulgação do boletim, os benefícios dos hortifrútis para a saúde humana e a necessidade de conscientizar a população acerca da redução de perdas e desperdícios destes produtos. 

*texto com supervisão do jornalista Douglas Silvério. 

Compartilhar

Últimas Notícias