Economia

Brasil e China: sustentabilidade e tecnologia devem ser bases da relação entre países, diz Tereza Cristina

Ministra da Agricultura participou do nesta quinta do encontro virtual do Conselho Empresarial Brasil-China

14/10/2021 - 18:29 | Por Redação - SBA | Siga-nos no Google News
Ministra evidenciou a confiança contínua da China na produção do Brasil
Foto CEBC Divulgação

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, participou quinta-feira (14) do encontro virtual do Conselho Empresarial Brasil-China (CEBC). Na oportunidade, ela disse que a sustentabilidade e a tecnologia devem ser as bases para o contínuo desenvolvimento da relação entre os dois países.

“Temos todas as condições para continuar aumentando nossa produtividade com a difusão de novas tecnologias, aproximando cada vez mais o produtor das necessidades do mercado internacional e fortalecendo nosso compromisso com o crescimento econômico, a inclusão social e a conservação ambiental. E a China, muito mais do que um mercado, é um parceiro fundamental nesse processo”, disse Tereza Cristina.

A ministra do Mapa evidenciou a confiança contínua da China na produção do Brasil. “Isso nos dá a certeza de que estamos trilhando o caminho certo. Seguiremos garantindo a entrega perene de produtos de qualidade, com inocuidade e sustentabilidade, em escala suficiente para contribuir com a segurança alimentar chinesa”, destacou.

O secretário de Inovação, Desenvolvimento Rural e Irrigação do Ministério, Fernando Camargo participou do encontro.

"Ao aumentar a sustentabilidade e o uso intensivo de tecnologias, aumentamos a produtividade. O clima afeta o agronegócio brasileiro de forma extraordinária. Por isso, temos que trabalhar cada vez mais com a agenda de mitigação, mas também com a agenda tecnológica e de inovação da adaptação às mudanças climáticas que estão aí", falou Camargo.

O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, e o secretário-geral do Ministério das Relações Exteriores, embaixador Fernando Simas Magalhães, também participaram do evento virtual.

O documento “Sustentabilidade e Tecnologia como Bases para a Cooperação Brasil-China”, foi lançado na transmissão virtual. Nele constam 11 propostas da CEBC para a relação bilateral.

A ministra afirmou que o texto será muito importante não só para os agentes do governo, mas também para o setor privado, a academia, e todos aqueles que cooperam com a dinamização das relações entre os dois países.


Com informações Ministério da Agricultura.  

Compartilhar

Últimas Notícias