Saúde

Governo de SC interdita mais uma região para cultivo de ostras e mexilhões

Exames laboratoriais detectaram coliformes fecais acima dos limites permitidos

07/10/2021 - 18:10 | Por Redação - SBA | Siga-nos no Google News

A Secretaria de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural de Santa Catarina anunciou, nesta quinta-feira (07), a interdição dos cultivos de ostras e mexilhões em Serraria, no município de São José. A medida foi adotada devido à presença de coliformes fecais acima dos limites permitidos. 

Fica proibido retirar e comercializar ostras, mexilhões, vieiras, berbigões e seus produtos, inclusive nos costões e beira de praia dessa área.

A medida foi necessária após exames laboratoriais detectarem a concentração de Escherichia coli (E. coli) acima do permitido para o consumo de moluscos bivalves. 

Pelo mesmo motivo, também continuam interditadas para comercialização de mexilhões as áreas de Ponta de Baixo e Barra do Aririú.

Outros casos
Desde o dia 1º de outubro, permanecem interditadas os cultivos de moluscos nas localidades de Enseada do Brito, Maciambu, Praia do Cedro e Pontal, em Palhoça, devido à alta concentração de ficotoxina ácido ocadaico. 

Está proibida a retirada e comercialização de ostras e mexilhões e seus produtos, inclusive nos costões e beira de praia.

 

Informações por Secretaria de Agricultura

Compartilhar

Últimas Notícias